Vertigem posicional paroxística benigna (VPPB)
Vídeo dos exercícios Pôster dos exercícios

Vertigem posicional paroxística benigna — basta virar a cabeça

A vertigem posicional paroxística benigna (VPPB) normalmente se manifesta com o aparecimento repentino de vertigem rotatória. Normalmente, a vertigem posicional benigna surge inesperadamente, dura apenas alguns segundos e desaparece subitamente. Normalmente, a VPPB é desencadeada ao rolar na cama, ao se levantar de uma posição reclinada ou ao se abaixar rapidamente. Felizmente, como o nome indica, a vertigem posicional benigna é geralmente inofensiva. Entretanto, continua sendo incômoda para as pessoas afetadas. Entretanto, o emprego de manobras específicas de reposicionamento (por exemplo, as manobras de Epley) pode ajudar a resolver o problema!

Como a vertigem posicional paroxística benigna se desenvolve?

Como a vertigem posicional paroxística benigna se desenvolve?

Normalmente, a vertigem posicional benigna é causada por diminutos cristais do ouvido (otólitos ou estatólitos), que se desprendem dos órgãos maculares sáculo e utrículo. Os cristais do ouvido que flutuam livremente migram para os canais que fazem parte do órgão do equilíbrio. Ao atingir o órgão, eles desencadeiam estímulos sensoriais contraditórios com determinados movimentos de cabeça e, assim, causam vertigem.

Embora a razão exata do desprendimento dos otólitos seja ainda desconhecida nos casos de vertigem posicional benigna, diversas causas são consideradas: Uma inflamação do órgão do equilíbrio no ouvido interno pode ser a causa do desprendimento dos otólitos, embora uma lesão esportiva ou acidente de trânsito prévios possam também ser os responsáveis pelo quadro. Outra possível causa pode ser a idade avançada ou u traumatismo craniano.

O que fazer quando se sofre de vertigem posicional paroxística benigna?

Ao examinar os movimentos involuntários dos olhos (nistagmo), o médico pode identificar qual canal está afetado. A direção de movimentos dos olhos é fator crucial. Uma opção de tratamento é um conjunto de movimentos específicos da cabeça, as chamadas manobras de reposicionamento, sob supervisão de um terapeuta, que reconduzem os cristais do ouvido à sua posição natural.

Como os cristais do ouvido podem se desprender novamente e migrar de volta ao canal, é possível que ocorra uma recidiva a qualquer momento. Pode-se repetir novamente uma manobra de reposicionamento para eliminar rapidamente os sintomas da vertigem posicional paroxística benigna.

Se você sofre desse tipo de vertigem, use os exercícios para treinar o equilíbrio e evite movimentos repentinos ou bruscos. Desta forma, a vertigem posicional paroxística benigna dificilmente afetará sua vida cotidiana.

Uso de cookies: Gostaríamos de utilizar cookies para identificar as preferências de nossos usuários e poder oferecer este website da melhor forma. Para obter informações detalhadas e saber como cancelar sua autorização a qualquer momento, acesse nossa Política de Privacidade .